Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘business’

ibmA IBM, através de suas pesquisas, compreendeu a importância de se desenvolver tecnologias que atendam a um mercado pouco explorado; aprendeu que ao visar o envelhecimento mundial das pessoas, ela poderia proporcionar não apenas maior rentabilidade com as vendas de seus produtos, mas que poderia ajudar o mundo com novas soluções…E você ? Já parou para refletir sobre este assunto ?

Pesquisa: Envelhecimento Saudável na Cidade do Rio de Janeiro. PARTICIPE!

Read Full Post »

missaoO aumento do leque de opções na compra de software – que ganhou um componente extra com o conceito de computação em nuvem – tem criado um verdadeiro teste de múltipla escolha para os líderes de TI: decidir qual o melhor formato de licenciamento entre os inúmeros disponíveis no mercado brasileiro. A vantagem é que, neste caso, eles podem escolher mais de uma opção.

Para se ter ideia, há nove modelos oferecidos hoje pelos fornecedores. “Diversidade que levará os diretores de TI a manter diferentes tipos de contratos para atender às suas necessidades específicas”, afirma o sócio da TGT Consulting, Pedro Bicudo. Apesar dessa multiplicidade, hoje os modelos mais adotados pelas empresas são: proprietário, aluguel e o software como serviço (da sigla em inglês, SaaS).

Embora a diversidade no portfólio de ofertas seja extremamente saudável para a dinâmica do mercado, por outro lado, causa uma enorme dor-de-cabeça para os CIOs em administrar não só os múltiplos fornecedores como os vários modelos de contrato. “Há tantos tipos de licença que em nosso departamento jurídico existe um advogado que está virando quase um especialista em contratos de software”, afirma o diretor de tecnologia do grupo Martins, Flávio Lucio Borges Martins. A empresa é um dos principais distribuidores atacadistas do País.

Mas os problemas não param por aí. Martins reclama dos absurdos que têm encontrado nas formas de cobrança. O executivo lembra uma situação vivida por sua empresa por quase um ano. Um de seus inúmeros fornecedores o procurou com a alegação de que precisava fazer um ajuste na mensalidade dos serviços de manutenção: o valor de cinco mil reais passaria a 50 mil reais.

thom-yorke-dirty

Após meses de discussões bastante tensas, ambas as partes chegaram a um acordo no final de 2008. Desgastes que o CIO considera extremamente desnecessários. Além da perda de tempo, ele afirma que a relação de confiança com o fornecedor fica ameaçada. “Se não estamos atentos às negociações, imagina o que acontece”, diz.

Para o gerente de tecnologia da mineradora AngloGold Ashanti, Pedro Augusto de Oliveira, o maior problema é gerenciar a infinidade de contratos. O executivo conta que os fabricantes só se preocupam em fechar negócios e muitas vezes esquecem de dar apoio na hora da renovação. Há algum tempo, Oliveira só foi descobrir que um contrato tinha vencido quando precisou acionar o suporte.

2615288973_a60ee0a397Os questionamentos do gerente de TI da AngloGold revelam um cenário crítico em toda a cadeia que envolve o processo de aquisição de licenças, e parece estar longe de chegar a uma solução. Com 30 anos na área de informática, a maior perda que considera hoje para os profissionais de TI é se afastar da sua função inicial. “Considero lastimável nos tornarmos cada vez mais financistas e administradores”, afirma Oliveira.

Tarefa difícil? O gerente de infraestrutura em TI de um grande banco, Jayro Caner de Souza, concorda, mas reconhece que essa multiplicidade de contratos é necessária. “Não dá para ficar na mão de um único fabricante. Cada aplicação exige soluções de fornecedores diferentes, os quais mantêm tipos de contratos diferentes”, afirma. Na empresa em que atua, há três tipos de licença – proprietária, aluguel e SaaS. “Software como serviço funciona bem para aplicações de e-mail corporativo, mas em sistemas de missão crítica ainda é preciso algumas evoluções”, diz.

A sócia da área de propriedade intelectual e de tecnologia da informação do escritório de advocacia Trench, Rossi e Watanabe, Maria Cristina Machado Cortez, revela que há muitos processos de empresas que se sentem lesadas pela forma de precificação das licenças. Ela ressalta a dificuldade de entender o modelo que cobra em partes distintas os valores de aquisição de uma licença e dos serviços de manutenção, implantação e atualização de novas versões (mesmo quando o contrato une todos esses itens em pacote só).

Em geral, Maria Cristina afirma que os casos são levados para arbitragem: a resolução de conflitos deixa de ir para o judiciário – onde o processo é demorado e pode levar anos – e passa para a esfera extrajudicial, onde um árbitro vai decidir pelas partes. (mais…)

Read Full Post »

clientesdigitaisSe dar bem no trabalho não depende somente do desempenho. Ter carisma e ser atento, por exemplo, também fazem você se destacar. Confira as dicas  !

1- Seja atento
Estar atento a tudo e a todos vai fazê-lo perceber que seu colega precisa de uma ajuda numa atividade, que seu chefe está ansioso por causa de um projeto, e por aí vai. Depois, é só preencher essas lacunas. Mas cuidado para não exagerar e acabar estressado ou invadindo o espaço alheio.

2- Saiba ouvir
Quem não conhece uma história de um velho sábio que pouco falava ? Pois é, a sabedoria é daqueles que mais ouvem do que falam. Pode parecer fácil, mas não é tão simples ouvir as pessoas. Comece praticando em casa, em seguida, amplie para os amigos até se tornar um bom ouvinte.

3- Fale com o olhar
Os olhos falam mais do que uma frase inteira. Todos nós em algum momento dizemos algo com olhar. Veja o mundo ao seu redor, note as pessoas e olhe nos olhos ao se dirigir a elas, pois este é um dos passos fundamentais para conquistar alguem.

4- Respire corretamente
Não é a toa que as atividades de relaxamento trabalham com a forma de respirar. Ao ter uma respiração longa e profunda, você equilibra seu organismo, alcança a serenidade e transmite segurança e controle emocional, coisas que funcionam como ímãs.

5- Brinque com as palavras
Eis uma das mais incríveis ferramentas de comunicação. Mas não basta repetir palavras. Elas precisam ser verdadeiras, úteis e agradáveis, ainda que sejam durante uma ‘bronca’ em seu funcionário. Dica: esqueça os excessos: palavras eruditas, gírias, falar alto ou rudemente.

6- Use seu sexto sentido
Ouça e acredite na sua voz interior. Isso não tem nada a ver com misticismo, mas com seu eu mais íntimo, aquele que de fato sente, vê e ouve o mundo à sua volta. Siga sua intuição, ela a colocará à frente dos acontecimentos.

7- Bom humor é fundamental
Ter bom-humor é essencial para as relações. Faça um teste: dê um sorriso simpático e diga uma frase animadora, alegre, para aquela colega que sempre está resmungando. Você vai perceber que com o tempo a sisudez dela dará espaço para a alegria, pelo menos com relação a você.

8- Seja generoso
Para conquistar pessoas
é preciso doar, o que significa compartilhar emoções, experiências, medos e anseios, sonhos, conhecimentos. Quando você pratica essa ação está exercitando o melhor de si.

9- Encontre o equilíbrio
Pode parecer subjetivo e distante dizer que você precisa ser uma pessoa equilibrada. Comece, então, fazendo isso com seu corpo, andando com firmeza e decisão. Sintase seguro ao caminhar e com certeza as pessoas o verão de forma mais confiante e mais equilibrada.

10- Brilhe
Nunca chegue em um ambiente com uma postura simplória, entre resplandecente, transmita toda a sua energia aonde quer que vá. Seja um sol, brilhe e conquiste as pessoas. Aprecie o que vê no espelho e todos passarão a gostar também do que vêem. Os melhores conquistadores da história têm seu brilho próprio.

Fonte: Revista Vida Executiva / Edição 33

Read Full Post »

evolucao_da_internet

O Brasil é o segundo país do mundo em que o uso da internet apresenta maior crescimento. Essa é uma das conclusões de um estudo realizado pelo Giga Information Group sobre o número de servidores conectados aos provedores web. Na frente do Brasil está apenas a Eslováquia. Em seguida vêm Polônia, Chile, Taiwan, Hong Kong, Espanha, China, Uruguai e Dinamarca. De acordo com o levantamento, existem no Brasil mais de 860 mil servidores em que se conectam cerca de 17,3 milhões de usuários. Esses dados mostram que cada servidor atende a cerca de 20 usuários. Na América do Norte essa taxa é de 2,4 usuários por servidor. Segundo o Giga, a demanda pela internet e o número de usuários crescerá ainda mais rápido à medida que as pessoas passarem a usar computadores mais baratos como Palmtops.

Fonte: Giga Information Group

sabiaVocê sabia…

que 78% dos internautas brasileiros avaliam a Internet nacional como ótima/boa ?
que mais da metade dos internautas que nunca fizeram compras online
pretendem comprar em breve ?
70% dos internautas brasileiros utilizam e-mail para enviar e receber informações ?
CDs,livros,artigos de informática,passagens aéreas,filmes em DVD e eletro-eletrônicos,  nesta ordem, são os produtos que mais despertam o interesse  dos usuários que compram online ?
que 64% dos internautas consideram criativos os pop ups veiculados nos sites ?

Conheça o perfil do internauta brasileiro:Perfil

Classe social: 84% são das classes A e B.
Idade: 73% dos usuários estão acima dos 20 anos.
Frequência de acesso à Internet: 71% acessam uma ou mais vezes ao dia.

Fonte: Ibope

Read Full Post »

anuncio virtualNo mundo corporativo, o exato equilíbrio entre o investimento certo e a contenção de gastos pode significar a diferença entre os bons ou maus resultados de uma empresa. E nos tempos de crise, esta premissa adquire relevância ainda maior nas decisões de negócios. Basta pensarmos, por exemplo, nos anúncios de publicidade. Historicamente, campanhas publicitárias direcionavam-se sobretudo a porções difusas do mercado demográfico, muitas vezes imprecisas na mensuração do retorno obtido sobre o investimento realizado.

Com o advento do conceito web 2.0 – já amplamente debatido na mídia cujo espírito é priorizar as redes sociais e a interatividade na internet – um círculo virtuoso passa a se formar entre as empresas anunciantes e os chamados publishers, já que ambos constantemente vêm colhendo os louros dessa relação mutualista. 

Se por um lado as corporações  começam a enxergar na mídia interativa um artifício valioso para o incremento nas vendas de seus produtos, por outro lado os publishers percebem que esta nova era digital pode lhes proporcionar parâmetros inéditos na vendagem de espaços de publicidade, cujos resultados efetivos tornam-se mais facilmente quantificáveis.

(mais…)

Read Full Post »

icon_ng_prodA BSA desenvolveu uma solução de suporte à operação de tomada de crédito. Batizada de “CredForce”, ela funciona via web e é cobrada como um serviço. A CredForce auxilia em todo o processo de realização de um empréstimo, desde a checagem de dados do cliente, até o envio da proposta ao banco parceiro, passando pela simulação da operação e a digitalização dos documentos. Mas a grande vantagem é o acesso ao serviço via celular, o que permite aos promotores que oferecem empréstimos nas ruas das grandes cidades adiantar boa parte dos procedimentos. “Antigamente, o promotor que trabalha na rua precisaria levar o cliente até o escritório para preencher a proposta de empréstimo. Com o celular ele pode adiantar algumas operações básicas, como verificar se o CPF está correto ou se há algum problema no Serasa”, descreve o vice-presidente de marketing da BSA, João Paulo Azevedo.

Através do celular, também é possível para os promotores fazer a simulação do empréstimo e depois acompanhar o status da proposta. Tudo é feito via browser do telefone móvel, acessando uma página do serviço na web feita especialmente para celulares. Cerca de dez modelos diferentes de smartphones, todos com teclado Qwerty, já foram testados e homologados para utilizar a solução (Fonte: TI Inside).

Read Full Post »

0000073141A internet passa por constantes transformações e o ano de 2009 vem consolidando estratégias que buscam potencializar o posicionamento de um site nos resultados de busca. Quer sejam esses resultados patrocinados ou orgânicos.

De acordo com pesquisa publicada pelo eMarketer em março deste ano, o mercado americano de busca registrou faturamento de US$ 13,5 bilhões em 2008. Cerca de 88% deste montante é resultado de investimentos das companhias em links patrocinados. O restante representa investimentos em SEO (Search Engine Optimization), ou Otimização de Sites. Outra informação relevante é que a busca representa atualmente 50% do montante direcionado pelas empresas americanas para a publicidade online.

Diante desse cenário, alguns anunciantes perguntam: investir em otimização ou em links patrocinados ? As duas estratégias são importantes e se complementam.

(mais…)

Read Full Post »

Older Posts »