Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘google’

fusion tablesO Google lançou silenciosamente, no dia 09/06/2009, um banco de dados online chamado Fusion Tables, com o objetivo de revolucionar o gerenciamento de dados.

A idéia é driblar as limitações dos bancos de dados tradicionais e simplificar as operações de relacionamento de informações. O Google afirmou que, com a implementação em cloud computing, simplificará também a possibilidade de colaboração em grupos de dados.

“Sem um jeito fácil de oferecer acesso a todos os colaboradores ao mesmo servidor, os dados são copiados e enviados por e-mail e FTP, resultando em várias versões que saem de sintonia rapidamente”, diz o anúncio do Google.

O Fusion Tables também oferece uma tecnologia de espaço de dados, conceito que existe desde os anos 90 e o Google, percebendo seu potencial, o desenvolve desde a compra da Transformic, em 2005, que é uma pioneira da tecnologia.

O esquema de ‘espaço de dados’ tenta resolver o problema de vários tipos e formatos de dados nas empresas, que gastam muito em dinheiro e esforços para torná-los uniformes, com o objetivo de armazená-los e analisá-los em bases de dados convencionais.

Os ‘espaços de dados’ preveem um sistema que cria um índice para oferecer acesso a dados de vários tipos e formatos, resolvendo o problema que o Google chama de “Torre de Babel”.

A tecnologia permite que o Google inclua, nas tabelas bidimensionais tradicionais de base de dados, uma terceira coordenada com elementos como reviews de produtos, posts e mensagens do Twitter, além de uma quarta ‘dimensão’ de atualizações em tempo real.

“Agora temos um espaço com quatro dimensões onde podemos incluir novas perguntas para criar novos produtos e oportunidades de marketing”, diz o anúncio. “Se você é a IBM, a Microsoft e Oracle, seu pior pesadelo está vivo. O Google irá criar espaços de dados automaticamente e implementar novos tipos de pesquisas.”

O Fusion Tables é uma versão prévia do produto, e carrega a marca “Labs” de produto experimental do Google.

Read Full Post »

08_googlechrome_kO Google segue com sua estratégia de expansão dos negócios para outras áreas além da internet. A mais recente novidade da empresa foi anunciada nesta quarta-feira, 8, e diz respeito ao desenvolvimento de um sistema operacional de código aberto, denominado Google Chrome OS, que será destinado a PCs.

“Estamos anunciando um novo projeto que é uma extensão natural do Google Chrome – o Google Chrome Operating System. É a nossa tentativa de repensar o que os sistemas operacionais devem ser”, escreveu o vice-presidente de produtos do Google, Sundar Pichai em um post no blog oficial da empresa.

De acordo com o executivo, inicialmente o sistema operacional irá rodar em netbooks. A meta é abrir o código-fonte do Chrome OS ainda neste ano e, segundo o Google, os netbooks com o sistema devem chegar ao mercado no segundo semestre de 2010.

“Já estamos conversando com parceiros sobre o projeto”, adiantou Pichai. Com isso, a Microsoft ganha uma concorrente de peso no mercado de sistemas operacionais, principalmente no segmento de netbooks, no qual tem forte presença com uma versão light do Windows XP.

Apesar de inicialmente o Google Chrome OS será destinado a netbooks, o executivo frisou que o sistema operacional está sendo criado para pessoas que gastam a maior parte do seu tempo na web, e que portanto está sendo concebido para poder rodar em todos os computadores, o que inclui também grandes desktops.

O Google reconhece, no entanto, que existem algumas áreas nas quais pode haver um sobreposição entre o Google Chrome OS e o Android, sistema operacional voltado para smartphones.

Read Full Post »

mst_146.2Imagine acordar e ser informado, pelo celular, de que o caminho que você costuma utilizar para chegar ao trabalho está excepcionalmente livre naquele exato momento. Na hora do almoço, seu BlackBerry o alerta sobre um novo restaurante na cidade que vem se tornando popular entre executivos de sua idade. À noite, recebe no celular uma oferta imperdível: aquele carro que você havia fotografado dois dias antes está em oferta numa loja da vizinhança. Esse roteiro, que mais parece coisa de ficção científica, está bem próximo de se tornar realidade. Empresas como Nokia, Microsoft e Google, além das próprias operadoras de telecomunicações, têm investido pesadamente no desenvolvimento de tecnologias capazes de esmiuçar o comportamento humano por meio do uso que fazemos de nossos telefones celulares. “Esses aparelhos fornecem informações preciosas sobre o comportamento dos indivíduos”, afirma Thomas West, da Universidade da Califórnia, em Berkeley, e um dos principais estudiosos do assunto. “E as empresas estão começando a tirar proveito disso.” O celular, assim, está prestes a se tornar um espião do dono.

Read Full Post »

Mais uma do Google !!!

42-16239515Como garantir que as melhores mentes da sua empresa não se sintam desestimuladas e acabem procurando oportunidades mais desafiadoras ? Para o Google a resposta está, como sempre, num algoritmo O gigante da internet está “combinando dados de relatórios de funcionários e históricos de pagamentos e promoções em uma fórmula matemática que o Google acredita que poderá identificar quais de seus 20 mil funcionários tem mais tendência de sair”, segundo reportagem do Wall Street Journal (WSJ).

A compahia de internet, emprego dos sonhos de muitos, está sofrendo com seu próprio gigantismo, com funcionários deixando o barco por sentir que não fazem mais a diferença numa empresa que perdeu o frescor de iniciante. Nas últimas semanas o Google já perdeu o gerente de vendas Tim Armstrong e o de publicidade David Rosenblatt.

rba1_08Representantes do Google não dão detalhes sobre a fórmula, que ainda está em testes. Segundo o WSJ, no entanto, já foi possível “identificar funcionários que se sentem subutilizados, uma reclamação chave entre os que pensam em sair”.

O objetivo principal do algoritmo é “entrar na cabeça das pessoas antes que ela saibam que podem nos deixar”, diz Laszlo Bock, responsável pelos recursos humanos da empresa. Ouvido pelo WSJ, Edward Lawler, diretor do Centro de Organizações Efetivas da Universidade do Sul da Califórnia, disse que o Google é um pioneiro no uso de dados quantitativos para a tomada de decisões sobre pessoal.

– Eles estão claramente a frente do seu tempo, mas várias companhias estão acordando para o fato de que existem vários modelos que podem fornecer dados cruciais para o capital humano – diz Lawyer.

Read Full Post »

Gilmar_MinistroJoaquimBarbosaO Ministro Joaquim Barbosa, que será o magistrado chefe das eleições de 2010, quando presidirá o TSE, é contra a proposta da Google de hospedar toda a estrutura de informática da Justiça Eleitoral na base de dados da empresa.

Certamente a posição de nosso Herói Paladino do STF trará consigo a revolta de muitos fãs de Eric E. chmidt (CEO/Director), Sergey Brin (Presidente de Tecnologia) e Larry E. Page (Presidente de Produtos).

seginfoEm minha opinião hospedar os dados de todos os eleitores no Google seria como entregar a chave de nossas casas para que nossos vizinhos passem a tomar conta de nossos pertences. Definitivamente, não vejo com “bons olhos” a oferta. Como já dizia minha avó:

Laranja madura em beira de estrada ou tá bichada Zé ou tem marimbondo no pé

Quem viver verá !!!!

Read Full Post »

Pessoal, o Jefferson mandou por email e estou aproveitando pra postar aqui a mais nova do QUASE ONISCIENTE GOOGLE – o Google Latitude.

Na aula vi algumas manifestações favoráveis e outras completamente avessas à novidade. Fato é que começo a me sentir em Guerra nas Estrelas ou no desenho dos Jetsons…rs. Por outro lado, a novo uso da tecnologia de localização poder servir como ferramenta para vários negócios.

A propósito, que tal o trabalho sobre PARLAMENTO 2.0 contemplar a instalação de um chip com o Google Satelite no status ON (no expediente) em toda a galera do Senado, da Assembléia, da Câmara etc, hein? Fica a sugestão…hahaha

Ver matéria na íntegra

Read Full Post »